Todo fim de ano é assim, lojas com muitas e muitas “promoções imperdíveis”, mas será que é um bom negócio comprar roupas e sapatos no fim de ano? Veremos!

Um bom planejamento financeiro nos garante economizar e comprar fazendo ótimos negócios, tudo é lógico dentro de nossas possibilidades financeiras e capacidade de pagamento.

E agora deixo três dicas valiosas para não iniciar um novo ano com dívidas velhas.

A primeira dica é para quem tem filhos em idade escolar ou quem precisam comprar material escolar.

Dica 1:
Não compre roupas, compre material escolar.

Nos últimos anos desenvolvi um hábito de comprar o material escolar de nossos filhos antecipadamente (outubro, novembro e dezembro), isso nos garante ótimos preços e excelentes descontos.

Essa estratégia nos fez economizar só em material escolar algo em torno de 30%, além desse excelente desconto também evitamos o uso do cartão de crédito (o grande vilão).

Dica 2:
Você deve estar se perguntando! E quando devo comprar roupas?

A Camila se programa para comprar roupas entre fevereiro e maio, assim usando a estratégia de comprar itens que estão em promoções de verdade, ou mesmo em liquidações.

Assim novamente economizamos e ganhamos desconto pagando a vista.

Dica 3:
Realize um planejamento financeiro para o ano inteiro.

Um planejamento financeiro não é coisa de outro mundo, é algo até bem simples de fazer, vou te ajudar nisso!

Primeiro escolha onde irá realizar esse planejamento, pode ser uma Planilha em Excel (conheça nossa solução clicando aqui), pode ser um caderno, uma agenda, o importante é manter tudo bem guardado e de fácil acesso.

Siga os passos abaixo:

  • Crie uma lista com o que terá de gastar no próximo ano.
    Anote o mês onde o gasto ocorrerá e valor estimado. Nesse momento não precisa organizar com detalhes, apenas crie uma lista e tome cuidado para não esquecer de nada.
  • Confira a sua lista novamente tendo o cuidado de não esquecer de nada importante.
    Verifique se tem IPTU, IPVA, matriculas escolares, gastos com materiais escolares, roupas, viagens, férias, exames de rotina, etc.
  • Agora organize por mês.
    Agrupe em cada mês os gastos com data certa, exemplos: IPTU, IPVA, matriculas escolares.
    São gastos que tem um mês já predefinido para ocorrer.
  • Agora registre os gastos que podem ocorrer em qualquer mês.
    Aqui é onde você pode economizar bastante, tente equilibrar esses gastos distribuindo entre os meses que não tem nada registrado no passo anterior.
    Leve em consideração épocas em que esse gasto tem menor valor, ou em períodos onde você pode conseguir um desconto maior pagando a vista.

Ao final destes simples passos você consegue se programar financeiramente, até mesmo estimar quanto precisa separar mês a mês para não comprar nada no cartão de crédito.

Gostou? então deixe seu comentário abaixo com sua opinião ou sugestão e clique aqui para conhecer nossa Planilha para Controle Financeiro.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *